Cirurgiões explicam que irmã de prefeito morreu após método endoscópico para emagrecer

Cirurgiões explicam que irmã de prefeito morreu após método endoscópico para emagrecer

Membros do Capítulo Amazonas da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM-AM) lamentaram a morte da jornalista Melina Seixas, irmã do prefeito de Barreirinha, Glênio Seixas, no último sábado (5), em Manaus.

Em nota assinada pelos cirurgiões Victor Dib, Sidney Chalub, Adriano Picanço, Fábio Rodrigues, Márcio Cortez e Osvaldo Ferreira, eles esclarecem que Melina não se submeteu a uma cirurgia bariátrica e sim a um “método endoscópico utilizado no auxílio à perda de peso”.

Há dois métodos para a perda de peso como o “Balão Gástrico” e a “Endossutura Gástrica”, uma redução do estômago feita através de endoscopia. Não se sabe qual dos procedimentos Melina foi submetida.

Vaje a nota na íntegra:

“O Capítulo Amazonas da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM-AM), manifesta sua consternação com o falecimento da jornalista Melina Seixas e se solidariza com a família, diante deste infortúnio. Como sociedade médica temos o dever de esclarecer que o procedimento ao qual se atribui como possível causa da morte não é uma cirurgia bariátrica, mas um método endoscópico utilizado no auxílio à perda de peso. Outrossim, o método utilizado é muito seguro, como bem demonstrado na literatura médica. Não sabemos, de fato, o que levou ao falecimento da jornalista Melina Seixas. Prestamos aqui nossos sentimentos a todos os familiares e amigos por esta perda inestimável.”.http___www.portaldoholanda.com_.br_sites_default_files_portaldoholanda-pdf-arquivo-download-1132972Baixar

FONTE: PORTAL DO HOLANDA

redacao_maloca maloca

redacao_maloca maloca

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *