Padrasto é preso por estuprar enteada de 10 anos com deficiência intelectual, em Manaus.

Padrasto é preso por estuprar enteada de 10 anos com deficiência intelectual, em Manaus.

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), cumpriu, nesta quarta-feira (09/02), por volta das 10h, mandado de prisão preventiva em nome de um homem de 50 anos, pelo crime de estupro de vulnerável, cometido contra uma criança de 10 anos. A vítima é enteada do indivíduo e portadora de deficiência intelectual.

De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Depca, as equipes tomaram conhecimento do caso no dia 11 de janeiro deste ano, após a mãe da vítima registrar um Boletim de Ocorrência (BO) relatando o crime.

“A genitora contou que descobriu o fato enquanto mexia no aparelho telefônico do infrator. Na lixeira do smartphone, encontrou fotos íntimas do homem e da criança, ocasião em que foi questioná-lo, e ele negou. No entanto, a menina confirmou que o delito ocorria na ausência da mãe”, disse a delegada.

A autoridade policial explicou que o indivíduo foi preso após comparecer à delegacia, momento em que a ordem judicial em nome dele foi cumprida.

Decisão judicial 

O mandado de prisão em nome do homem foi expedido no dia 14 de janeiro deste ano, pelo juiz Anésio Rocha Pinheiro, da Central de Plantão Criminal.

Procedimentos 

O homem responderá por estupro de vulnerável e ficará à disposição do Poder Judiciário.

redacao_maloca maloca

redacao_maloca maloca

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *